Nuvens com abertas

Quinta | 23 Novembro

29C

29

22

A não perder < voltar

Grupo Oásis Atlântico vai transformar Aldeia Turística do Tarrafal num hotel

O grupo espera impulsionar a criação de um fundo mobiliário de desenvolvimento sustentável

03/03/2017 | Fonte: www.sapo.cv | SAPO c/ Inforpress

A cadeia hoteleira Oásis Atlântico pretende construir um hotel na aldeia turística do Tarrafal (ilha de Santiago) e para o efeito rubricou hoje um protocolo de intenções com a Câmara Municipal do Tarrafal, para pôr de pé este projeto.

A assinatura do protocolo de intenções de investimentos para a construção de um hotel nas atuais instalações da aldeia turística do Tarrafal aconteceu na presença do primeiro-ministro de Cabo Verde, Ulisses Correia e Silva, que está de visita ao concelho do Tarrafal para conhecer os projetos em curso.

O grupo, que tem vários hotéis em Cabo Verde e “tem lutado” para colocar o arquipélago nas grandes rotas mundiais, segundo o seu presidente Agostinho Abade, agora no âmbito das suas responsabilidades quer promover o desenvolvimento turístico e estimular o investimento no concelho do Tarrafal.

“Para nós é um grande desafio e também é com muito orgulho que vamos enfrenta-lo, como sempre fizemos em Cabo Verde. O grupo Oásis Atlântico estará sempre disponível para trabalhar em conjunto na promoção do desenvolvimento turístico em Cabo Verde”, disse.

Com o master plano apresentado hoje para a construção desse hotel, Agostinho Abade revelou que querem atrair diversos tipos de turismo, como sol e mar, natureza, história e turismo desportivo como a pesca, mergulho e surf.

Com este novo projeto de hotel, o grupo espera impulsionar com o Estado, com o município e com os privados a criação de um fundo mobiliário de desenvolvimento sustentável do Tarrafal.

Por seu turno, o presidente da Câmara Municipal do Tarrafal, José Pedro Nunes Soares, espera que este projeto avance para que Tarrafal recupere o comboio de referência a nível do turismo.

“Esperemos que essa referência internacional do Oásis chegue ao município de Tarrafal e que todos nós venhamos a desfrutar do investimento que irá ser feito na aldeia turística do Tarrafal, que bem merece e para podermos continuar a ostentar o estatuto de referência a nível de turismo na região norte da ilha de Santiago, mas também no país no seu todo”, afirmou.

O autarca espera que este protocolo de intenções venha a ter resultados práticos a curto e médio prazo.

Através deste protocolo de três anos, cabe ao grupo Oásis Atlântico mobilizar financiamento para transformar a aldeia turístico num hotel que terá impacto económico, empresarial e turístico no concelho.

Ainda foi rubricado um protocolo entre o Ministério das Finanças e a câmara municipal para cedência de espaços devolutos como o antigo centro de saúde do Tarrafal, a antiga oficina de obra pública e o edifício da antiga Alfândega para o município.  

Comentários