Pouco nublado

Sexta | 28 Julho

24C

29

22

A não perder < voltar

São Filipe: Mais de 30 artistas e grupos na festa de Banderona

Do cartaz constam nomes como Djodje, Rick Boy, Tabanka Djaz, Bulimundo e Jorge Neto.

27/03/2017 | Fonte: www.sapo.cv | SAPO c/ Inforpress

Mais de 30 artistas e agrupamentos musicais fazem parte do cartaz das festas do centenário do desenterro da bandeira e do Dia do Município de São Filipe, Fogo, cujo ponto alto decorre entre 27 de abril e 01 de maio.

Segundo o programa comemorativo, a nível de grupos musicais destaca-se a presença de Cordas do Sol, Tubarões, Cabo Verde Show, Tabanka Djaz, Bocarron, Bulimundo, assim como alguns grupos locais como Fogo em Chama, colectivo do Fogo, Eco 9.1.2, Passadinha, Magma Sound.

A nível de artistas constam nomes como Charbel Pinto, Lejemea, Jorge Neto, Grace Évora, Josslyn, Dynamo, Ricky Boy, Tó Semedo, Loony Johnson, Augusto Cego, Jota Grande, Neusa, Quirino do Canto, Jorge Senna, Assol Garcia, Zé Delgado, Djodje, Éder Monteiro, Lito e Banda, Santim e Banda, Zé Rui e Banda.

O programa não difere muito dos anos anteriores e atividades culturais, desportivas, recreativas estão agendadas para as festividades.

A nível de desporto, constam provas como ciclismo, atletismo, torneio de andebol, voleibol e basquetebol, regata, torneio de veteranos, torneio de futebol entre as duas equipas mais bem classificadas do campeonato (provavelmente Vulcânico e Académica), mais o Desportivo da Praia e uma equipa da comunidade cabo-verdiana residente nos Estados Unidos da América, hipismo e a novidade é o torneio internacional de botimbol.

Feiras de segurança rodoviária, de saúde e de produtos agro-industriais e derivados, quermesse e jogos infanto-juvenis, miss São Filipe, assinatura de protocolo de geminação entre São Filipe e Teguisa (Espanha), encontro com operadores económicos, homenagem ao Padre Camilo Torassa pela edilidade e condecoração aos padres Capuchinhos, pelo Governo, são actividades programadas para assinalar o dia do Município de São Filipe e o centenário do desenterro da bandeira.

A parte da responsabilidade da Casa das Bandeiras será divulgada esta terça-feira e, segundo o responsável desta instituição, as festividades deste ano, por ser centenário do desenterro da bandeira vai homenagear os integrantes do grupo Sete Estrelas, que em 1917, tiveram a ousadia de desafiar a lenda e “desenterrar” a bandeira, e os que, em 1975, deram a continuidade da maior festa tradicional e tornaram-na do povo (mais popular).

Comentários