Céu limpo com poucas nuvens

Sexta | 22 Junho

30C

29

21

Curiosidades < voltar

Tosén Costa cria peças de arte originais com escovas de dentes

O artista encontrou uma forma de reciclar estas peças do quotidiano.

19/02/2016 | Fonte: Érica Antunes | www.sapo.cv

Fotos

Tosén Costa | Arte com escova de dentes

Fotos

  • Arte com escova de dentes - Tosén Costa
  • Arte com escova de dentes - Bruxa
  • Arte com escova de dentes - Sala de aulas
  • Arte com escova de dentes - Seleção nacional
  • Arte com escova de dentes - Deslocados do vulcão
  • Arte com escova de dentes
  • Arte com escova de dentes - Surfista
  • Arte com escova de dentes
  • Arte com escova de dentes - Batucada
  • Arte com escova de dentes - Mandinga
  • Arte com escova de dentes - Bombeiro
  • Arte com escova de dentes - Brincando
  • Arte com escova de dentes
  • Arte com escova de dentes - Cozinhando
  • Arte com escova de dentes - Lides domésticas
  • Arte com escova de dentes - Revista BAC
  • Arte com escova de dentes - Pedreiro
  • Arte com escova de dentes - Jogo de uril
  • Arte com escova de dentes - Jogador
  • Arte com escova de dentes - Doente
  • Arte com escova de dentes - Lides domésticas
  • Arte com escova de dentes - Lides domésticas
  • Arte com escova de dentes - Polícia
  • Arte com escova de dentes - Vendedor ambulante
  • Arte com escova de dentes - Ciclista
  • Arte com escova de dentes
  • Arte com escova de dentes
  • Arte com escova de dentes - Tocatina
  • Arte com escova de dentes - Campista

Arte com escova de dentes - Tosén Costa1 de 29

Tosén Costa viu na escova de dentes mais do que um simples utensílio de higiene. O artista de Santo Antão recria cenários do quotidiano de forma original.

Natural da ilha das montanhas, Tosén vive em São Vicente desde muito novo e foi na ilha de Monte Cara que começou a criar as primeiras peças.

“Sempre gostei de pintura, de escultura, enfim de arte. Um dia, encontrei imagens de uma peça feita a partir de uma escova de dentes e assim comecei”, diz.

Há seis anos começou a dedicar-se a sério a esta arte. As peças retratam cenas do quotidiano, profissões diversas e são feitas com escovas de dentes usadas, arame, pedaços de fazenda, linhas e outros materiais recicláveis.

“As escovas de dentes são colocadas de molho num produto próprio para desinfetar durante 24 horas. Por norma, demoro entre um a dois dias para fazer uma peça, por causa dos detalhes”, explica.

Os amigos e conhecidos fornecem a matéria-prima, as escovas de dentes, e existe também um depósito no Centro Cultural do Mindelo para as pessoas que queiram doar a sua escova de dentes usada.   

Cada peça custa entre mil a dois mil e quinhentos escudos e os interessados podem encomendar peças personalizadas que neste caso tem um preço fixo de mil e quinhentos.

As peças estão disponíveis no Centro Cultural do Mindelo, na Loja Benvindo, na rua de Lisboa e na página de facebook “Reduzir Reutilizar e Reciclar”.

“É uma arte que admiro e faço de forma a deixar as pessoas contentes e é uma forma divertida de olhar para a escova de dentes”, finda.

Comentários