Céu limpo com poucas nuvens

Quarta | 22 Novembro

29C

29

23

Descubra o País < voltar

Cabo Verde Island Tours mostra Cabo Verde ao mundo

Empresa opera em Cabo Verde desde Janeiro de 2014

10/02/2015 | Fonte: www.sapo.cv | Érica Antunes

Fotos

  • Sucupira
  • Cidade Velha
  • Vestuário tradicional
  • Igreja Nossa Senhora do Rosário
  • Produtos nacionais
  • Rua da Banana
  • Pelourinho
  • Igreja
  • Kebra Canela
  • Plateau
  • Navio-cruzeiro Saga Sapphire
  • Cabo Verde Island Tours

Sucupira1 de 12

Foi numa manhã cinzenta de quinta-feira, 5, que o navio-cruzeiro “Saga Sapphire” atracou no Porto da Cidade da Praia. A bordo turistas do norte da Europa ansiosos por conhecer a ilha de Santiago.

A equipa da Cabo Verde Islands Tours já se encontrava a postos. A simpatia e o sorriso contagiante do guia atraíram os primeiros passageiros. Pouco a pouco começaram a preencher os lugares na parte superior do autocarro da Cabo Verde Island Tours.

Pareciam ansiosos e muito curiosos. Alguns faziam perguntas ao guia, outros liam atentamente o folheto de informação fornecido à entrada do veículo.

A Cabo Verde Islands Tours é uma empresa pioneira especializada em transporte turístico que oferece roteiros turísticos nas ilhas onde tem representação - São Vicente, Sal e Santiago.

Mas este foi um dia com um roteiro diferente. Habitualmente os turistas compram o pacote Praia\ Cidade Velha, conta-nos o director da empresa. “É o pacote mais vendido, dura cerca de 4 horas e é o ideal para este tipo de turismo. Uma vez que Cabo Verde não é um destino final e sim um ponto de escala para os navios abastecerem-se, por isso temos que aproveitar este tempo”.

E desta vez tinham menos tempo ainda. Os turistas só iam estar em terra por duas horas. A empresa adaptou-se. Desenhou um roteiro e pouco faltava para as 10 horas quando saímos do Porto em direcção ao centro histórico da cidade, Plateau.

O habitual roteiro inclui paragem pelos monumentos históricos da cidade da Praia como o museu etnográfico, a pracinha da Escola Grande ou o Mercado Municipal. Limitados pelo tempo, só nos foi possível passar pela rua principal do Plateau, permitindo aos turistas sentir o pulsar da movimentação características desta região, embalados pela voz doce de Mayra Andrade cuja música tocava no autocarro.

Seguimos viagem em direcção à Cidade Velha. Cize, Lura e Ildo Lobo foram as vozes que embalaram este percurso. A Cidade Velha é ponto de passagem obrigatório para o turista que quer conhecer a nossa história, as nossas origens. Pelo caminho a morabeza dos cabo-verdianos se fez sentir - sorrisos e cumprimentos para os turistas. Estes retribuíram com a mesma alegria.

A viagem seguiu confortável. “Tivemos o cuidado de escolher os melhores produtos para a concepção destes autocarros, queremos um turismo de qualidade para Cabo Verde”, diz satisfeito o director da Island Tours, Pedro Guerra.

Chegamos finalmente à Cidade Velha. O percurso não foi cumprido na íntegra, não fomos ao Forte, seguimos directo para o centro da Cidade Velha. Aqui os turistas tiveram 20 minutos para conhecer o Pelourinho, a rua da Banana e a Igreja de Nossa Senhora do Rosário.

De regresso à Praia passamos em frente ao memorial Amílcar Cabral e ao centro do comércio informal da cidade, o mercado do Sucupira.

E terminámos a nossa viagem turística. “Hoje foi diferente, não conseguimos parar em todos os sítios mas conseguimos mostrar um pouco da ilha aos turistas. Dizem ter gostado e estão satisfeitos”, garante Luke, o guia turístico.

Perfil da empresa

A empresa começou a operar em Cabo Verde em Janeiro de 2014 e “a ideia da sua criação surgiu da falta de transporte adequado de turismo em Cabo verde”, disse o Director Pedro Guerra.

Com cerca de 12 funcionários, a Cabo Verde Island Tours tem dois autocarros em Santiago, um no Sal e outro em Mindelo. “Estamos a projectar, ainda este ano, chegar aos sítios eminentemente turísticos como Boa Vista e Santo Antão, uma vez que os operadores turísticos nos têm colocado alguma pressão para estarmos presentes”, esclarece Guerra.

Em um ano de serviço a empresa já foi premiada com o “óscar das empresas” pela organização internacional da qualidade. Venceu o prémio “Century International Quality ERA”, atribuído pela BID Group One, organização internacional da qualidade, que distingue os melhores em transporte turístico em termos de qualidade, inovação e excelência.

O percurso de meio-dia, Porto-> Praia -> Cidade Velha -> Porto, custa 30€, cerca de 3300$, com paragem em todos os sítios históricos. A empresa tem disponíveis pacotes para nacionais com 20% de desconto.

A empresa trabalha com turismo de cruzeiro, turismo de hotel e eventos internacionais e conta com a parceria de várias instituições designadamente o Ministério da Cultura e a Uni-CV.

Pedro Guerra garante que tem valido a pena o investimento só lamenta a falta de fiscalização que não existe neste sector. “Tem sido difícil porque o mercado, embora esteja regulado, não está fiscalizado. Mas a nossa atitude tem sido de luta. Dar-nos a conhecer ao mercado, trabalhar devagarinho, chegar aos operadores internacionais através da divulgação nas feiras, etc”, revela.

 “O projecto penso que foi bem concebido porque andei a maturá-lo durante algum tempo. A empresa tem utilidade turística, foi pensada para fornecer um serviço de qualidade e fomos premiados por isso”, diz orgulhoso Pedro Guerra.

Comentários