Céu limpo com poucas nuvens

Quinta | 19 Setembro

28C

30

20

Notícias < voltar

Achada Grande Frente acolheu festival gastronómico “Frutos do Mar”

Evento no Bairro piscatório aconteceu no sábado, dia 17.

19/08/2019 | Fonte: www.sapo.cv | SAPO c/ Inforpress

 A localidade piscatória de Achada Grande Frente inaugurou no início da tarde de sábado, dia 17, o “Festival Frutos do Mar”, uma iniciativa da empresa de mergulho, Santiago Diving, visando incentivar a prática do mergulho e natação, mas promovendo as dádivas do mar.

Jean Correia, membro da organização, disse à Inforpress que se pretende com esta iniciativa inédita neste bairro da Cidade da Praia, valorizar acima de tudo o mar, já que a localidade tem sido uma referência pela venda e consumo de mariscos de entre outros frutos do mar.

Por esta razão, o festival apresenta gastronomia que vai desde moreia, passando por búzios, caranguejos, lapas, polvo, percebes à lagosta, de entre outras variedades.

A organização garante que ao longo deste final de semana os festivaleiros serão agraciados com uma mescla de música e gastronomia, já que um naipe de artistas que vão de funaná, passando por rapper, a mornas de entre outros estilos tradicionais, com o agrupamento os Ferro Gaita como cabeça-de-cartaz.

Conforme explicou, para dar maior brilho à iniciativa, a organização conta com os serviços de restaurantes especializados em mariscos como De Concept, Flor de Liz, que se associa a Santiago Diving que coloca à disposição dos presentes, mariscos, moreia, lapa, búzio e percebes, fornecidos pelos pescadores e peixeiras da comunidade.

O Festival Frutos do Mar, especificou, teve o seu arranque propriamente na quarta-feira, 14, com atividades como “workshop”, palestras sobre a biodiversidade, recursos marinhos, proteção de meio ambiente aquático e sub-aquático, pelo que, atestou, este final de semana de gastronomia e música é vista como a “cereja no top do bolo”.

“Esta é a primeira edição, mas a nossa ideia, que partiu de um grupo de jovens de Achada Grande é continuar. Possivelmente vamos expandir este festival a outros bairros e quiçá a todas as ihas de Cabo Verde”, revelou Jean Fortes, que integra o grupo que, juntamente com Santiago Diving de Miki Correia e Rui Barros, almejam levar este projeto à frente.

Sublinhou que para além do capítulo comercial e cultural, este “Festival Frutos do Mar” abarca a vertente social, pelo que paralelamente ao certame decorre uma Feira de Saúde na rua da capela e a entrega de 30 a 50 cestas básicas às famílias mais carenciadas deste bairro.

Comentários