Pouco nublado

Terça | 16 Outubro

24C

30

24

Notícias < voltar

Cabo Verde regista aumento de número de hóspedes e de dormidas

Dados do INE relativos ao primeiro trimestre de 2018.

17/05/2018 | Fonte: www.sapo.cv | SAPO c/ Inforpress

O número de hóspedes e de dormidas nos estabelecimentos hoteleiros do país tiveram uma evolução positiva, no primeiro trimestre de 2018, representando 10,3 por cento (%) e 10,6%, respectivamente, face ao mesmo período de 2017, indicou hoje o INE.

Os dados do Instituto Nacional de Estatística (INE), referentes ao primeiro trimestre de 2018, confirmam ainda que o Reino Unido foi o principal país de proveniência de turistas e os que permaneceram mais tempo em Cabo Verde, com uma estadia média de 7,6 noites.

Neste período, os resultados estatísticos apontam que os estabelecimentos hoteleiros acolheram 215.349 hóspedes, uma variação positiva de 10,3%, face ao período homólogo do ano anterior. O que corresponde em termos absolutos a mais 20.186 entradas nos estabelecimentos hoteleiros em igual período do ano transacto.

Por outro lado, as dormidas atingiram 1.342.553 no mesmo período, traduzindo-se numa variação positiva de 10,6%, em relação ao 1º trimestre de 2017. Em termos absolutos, houve um aumento de 129.208 dormidas.

Por tipo de estabelecimento hoteleiro, os hotéis continuam sendo os mais procurados, representando 85,2% do total das entradas. Seguem-se-lhes as residenciais com cerca de 4,3% e as pensões e os aldeamentos turísticos com igual peso, 3,3%. Relativamente às dormidas, os hotéis representam 89,2%, os aldeamentos turísticos com 3,7% e os hotéis-apartamentos com 2,7%.

A ilha do Sal teve maior acolhimento com 51,8% do total das entradas, seguida da ilha da Boa Vista com 23,9% e Santiago com 11,0% das entradas. Em relação às dormidas, a ilha do Sal obteve uma taxa de ocupação de 58,4%, a Boa Vista 31,1% e Santiago 4,3%.

No trimestre em análise, o principal mercado emissor de turistas foi o Reino Unido com 20,0% do total das entradas. A seguir vêm a Alemanha, França e os Países Baixos, responsáveis por, respectivamente, 12,4%, 12,2% e 11,2% do total das entradas.

Em relação às dormidas, o Reino Unido continua a liderar, com 26,9% do total, seguido dos Países Baixos, Alemanha e França, com, 12,3%, 11,6% e 9,8%, respetivamente.

Comentários