Céu limpo com poucas nuvens

Quinta | 9 Abril

28C

30

20

Notícias < voltar

Cancelada a sétima edição do “Fogo Coffee Fest” devido ao Covid-19

O evento estava programada inicialmente para 14 a 18 de abril próximo, nos Mosteiros.

17/03/2020 | Fonte: www.sapo.cv | SAPO c/ Inforpress

A sétima edição do festival do café “Fogo Coffee Fest”, inicialmente programada para 14 a 18 de Abril próximo, nos Mosteiros, foi cancelada devido a pandemia de novo coronavírus (Covid -19).

A decisão do cancelamento do festival do café foi tomada na segunda-feira, na sequência de uma reunião camarária que decidiu também cancelar todos os eventos culturais programados para os meses de Março e Abril, devido ao impacto mundial de Covid-19.


Através de uma nota de imprensa, a Câmara Municipal dos Mosteiros explicou que, com a declaração da pandemia pela Organização Mundial de Saúde (OMS) e como medida de precaução e tendo em conta as orientações quer da OMS como das autoridades centrais de Cabo Verde, através do Plano Nacional de Contingência ao Covid – 19, a autarquia decidiu pelo cancelamento do festival para o qual a autarquia tinha convidado entidades internacionais, nomeadamente do Brasil e de Portugal.


“Por ser uma actividade de massa e um evento que atrai pessoas de toda a ilha e da diáspora e por contar com a participação de representantes de municípios geminados com Mosteiros e de instituições estrangeiras que actuam no sector do café, a Câmara entende que a sua realização este ano não teria os mesmos impactos que tem tido nas edições recentes face à situação gerada pelo surto de novo coronavírus”, lê-se na nota de imprensa.


O festival estava marcado para decorrer entre os dias 14 a 18 de Abril, na cidade de Igreja, Mosteiros, e da programação constavam várias actividades, como feiras, exposições, conferências, provas desportivas, sessões de degustação, concursos diversos e espectáculos musicais.


O festival foi cancelado, mas a autarquia não vai deixar o dia internacional do café passar em branco e vai realizar uma actividade simbólica e de menor dimensão no dia 14 de Abril.


Já no município de São Filipe, depois da câmara local ter se reunido sexta-feira com as autoridades sanitárias para auscultação visando a adopção de medidas concretas, chegou a agendar uma sessão ordinária para segunda-feira, mas não se sabe se chegou a realizar.


Várias tentativas de contactos com o presidente da Câmara de São Filipe, Jorge Nogueira, não resultaram e os vereadores de oposição contactados pela Inforpress avançaram que não foram convocados para esta sessão.


Por isso, os vereadores da oposição adiantaram à Inforpress que desconhecem por ora se a mesma chegou a realizar-se e quais as medidas que foram tomadas em relação à realização de eventos que implicam aglomeração de pessoas nos próximos dias ou meses, incluindo as festas da Bandeira de São Filipe e do dia do município.

Comentários