Muito nublado

Quarta | 23 Maio

21C

26

20

Notícias < voltar

Casa das Bandeiras assume festa da bandeira de São Sebastião da família de “Pazim”

Informação foi avançada por Henrique Pires.

17/01/2018 | Fonte: www.sapo.cv | SAPO c/ Inforpress

Casa das Bandeiras

A Casa das Bandeiras, cuja finalidade maior é resgatar todas as bandeiras da ilha e não somente a de São Filipe, assumiu a responsabilidade festejar a bandeira de São Sebastião, da família de Ricardo José de Barros “Pazim”.

Henrique Pires, da Fundação Casa das Bandeiras, disse à Inforpress que, depois de apoiar durante três anos a família a celebrar a bandeira de São Sebastião, que se assinala a 20 de Janeiro, esta instituição optou por assumir a sua organização, porque a família passa por algumas dificuldades.

O responsável explicou que não é fácil mobilizar meios para a realização de duas festas de bandeira ao ano, São Sebastião (20 de Janeiro) e São Filipe (1º de Maio), devido a dificuldades em angariar fundos, mas acrescenta que o objectivo da Casa das Bandeiras é manter a tradicional festa de bandeira e a sua preservação, caso contrario esta instituição não tinha razão de ser.

Henrique Pires observa que se for a vontade da família de Pazim, a Casa da Bandeira vai assumir a festa nos próximos anos e que a ideia é torna-la uma festa cada vez de maior dimensão, podendo não atingir a dimensão da festa de São Filipe, que já extravasa a fronteira da ilha e de Cabo Verde.

Assim, a partir desta quarta-feira, a Casa das Bandeiras vai celebrar as festas de São Sebastião da família de Pazim, cujas actividades decorrem nas suas instalações, começando com o tradicional pilão para preparar o xerém para o almoço, terminando no dia 20, sábado, com o suculento almoço dos cavaleiros e convidados.

Além de São Filipe, a bandeira de São Sebastião, celebrada em vários pontos da ilha, é juntamente com as tradicionais festas das bandeiras de São João e São Pedro, as mais antigas e as mais celebradas na ilha.

A mais famosa e concorrida, é celebrada nas localidades de Curral Ochô, Piquinho, Aleixo Gomes, Forno (São Filipe), Achada Furna (Santa Catarina) e algumas localidades dos Mosteiros.

Comentários