Céu limpo com poucas nuvens

Sexta | 19 Janeiro

25C

25

19

Notícias < voltar

Cidade Velha acolhe primeira conferência nacional sobre educação patrimonial

Evento acontece nos dias 05 e 06 de dezembro.

04/12/2017 | Fonte: www.sapo.cv | SAPO c/ Inforpress

Foto@ Inforpress | Cidade Velha

A Cidade Velha acolhe nos dias 05 e 06 de dezembro a primeira conferência nacional sobre a educação patrimonial, tendo como lema “conhecer para preservar”.

O evento é promovido pelo Instituto do Património Cultura (IPC) e pela Comissão Nacional de Cabo Verde para a UNESCO e visa uma reflexão sobre as linhas orientadoras da educação patrimonial e a melhor forma de implementar as atividades extracurriculares centradas no património cultural.

Segundo uma nota do IPC, o objetivo último do evento é o de promover o conhecimento do património cultural local e nacional, na ótica do reconhecimento do passado e a compreensão do presente.

“O património cultural é uma realidade viva, que só adquire verdadeiro significado na sua relação com as pessoas e com a comunidade, através dum programa educativo que envolva a comunidade e a leve a abraçar o património, uma vez que se trata de um elo entre as gerações”, refere o IPC.

O evento contará com mais 15 oradores, profissionais de diversas áreas da educação, dirigentes associativos e agentes ligados à preservação de bens culturais, para juntos traçarem um plano de educação para a preservação e salvaguarda do património cultural nacional.

“Conhecimento do património cultural e a sua importância na formação do cidadão”; “o papel da escola na preservação do património material e imaterial”; “Comissão Nacional da UNESCO e o seu contributo na Educação Patrimonial em Cabo Verde”; “O papel da sociedade civil na educação patrimonial” são os temas dos quatro painéis constantes do programa.

A abertura da conferência , que terá como palco o centro cultura da Cidade Velha vai ser presidida pelo ministro da Presidência do Conselho de Ministros, Fernando Elísio Freire, em representação do primeiro-ministro , Ulisses Correia e Silva.

Comentários