Céu limpo com poucas nuvens

Sexta | 10 Julho

28C

30

20

Notícias < voltar

Dez novos empreendimentos prontos a partir de junho para dinamizar turismo rural em Santo Antão

O investimento é de 22 mil contos.

17/06/2020 | Fonte: www.sapo.cv | SAPO c/ Inforpress

Santo Antão ganha, a partir deste mês de junho, dez novos empreendimentos turísticos, num investimento de 22 mil contos, financiado pela cooperação luxemburguesa, no quadro do projecto sobre o turismo rural e comunitário, desta ilha.

As unidades turísticas “casa das caldeiras” e “lagoa – hospedagem morabeza”, ambas no Planalto Leste, a cargo das associações Amupal, em Águas das Caldeiras, e Luz Viva de Lagoa, estão já concluídas, segundo os promotores deste projecto.

A presidente da Amupal, José Sousa, confirma que “casa das caldeiras” já está pronta para receber visitantes com mais comodidade, enquanto que “lagoa – hospedagem morabeza” vai ser inaugurada ainda este mês, segundo o responsável, Manuel Pinto.

Ainda no Planalto Leste, vai ser aberta uma terceira unidade, a “Pousada Turística”, em Pico da Cruz, a cargo da associação local Oásis, também financiada pela cooperação luxemburguesa, no âmbito do programa sobre turismo rural e comunitário em Santo Antão.

Lilua”, no Planalto Norte, da associação Luz Verde do Norte, é uma outra unidade turística financiada através do projecto sobre o turismo rural e comunitário de Santo Antão, a qual, segundo o líder desta associação, António Lima, está “na fase final de construção”.

Também, Santo Antão ganha outros empreendimentos, como “pousada turística dragoeiro”, da Associação de Desenvolvimento integrado de Matinho de Leste e Monte Joana, “hospedagem turística”, da Associação das Mulheres Solidárias de Figueiral e “garça turístico”, da Associação de Protecção Ambiental e Desenvolvimento de Garça de Cima do Norte.

Este programa está a financiar ainda os projectos “RESSOAR”, da Liga dos Amigos do Paul, “turismo agro-ecológico”, da Associação dos Moradores e Amigos de Ribeira de Corujinha (Porto Novo) e “rota do café” da Associação dos Agricultores de Santa Isabel.

O projecto sobre o turismo rural e comunitário de Santo Antão tem por objectivo promover o turismo rural e comunitário como factor de geração de rendimentos, promoção de emprego e auto-emprego junto das comunidades de Santo Antão.

Comentários