Céu limpo com poucas nuvens

Terça | 12 Dezembro

26C

27

20

Notícias < voltar

Festas de São João elevadas à categoria de património imaterial nacional

As festas de São João Baptista no Porto Novo, Santo Antão, celebraram-se a 24 de junho

25/11/2017 | Fonte: www.sapo.cv | Inforpress

As festas de São João Baptista no Porto Novo, Santo Antão, que se celebraram a 24 de junho constituem, a partir de agora, património imaterial nacional, por resolução do Governo, anunciada esta sexta-feira, apurou a Inforpress.

O edil Aníbal Fonseca confirmou que, por resolução do Governo, as festas de São João no Porto Novo que desde 2013 já eram património imaterial municipal, foram elevadas agora a património imaterial nacional, “um desígnio” há muito tempo acalentado pelos portonovenses, que desejam entretanto que essa manifestação cultural seja internacionalizada.

O processo de classificação das festas de São João Baptista esteve a cargo de uma equipa do Instituto de Património Cultural (IPC), que está também, em parceria com a câmara do Porto Novo, a trabalhar na montagem, até Dezembro, do museu das romarias que funcionará nas antigas instalações da fábrica de pozolanas.

O ministro da Cultura e das Indústrias Criativas, que visitou Porto Novo em Setembro, tinha prometido a conclusão, em Novembro, do processo de classificação das festas de São João como património imaterial nacional, confirmando, na ocasião, a intenção do Governo de elevar essa manifestação popular a património imaterial mundial.

“O objetivo é maior. Pretendemos colocar as festas de São João como património imaterial mundial”, sublinhou Abraão Vicente, durante um encontro com os agentes culturais no Porto Novo.

Segundo o governante, a ideia é preparar uma única candidatura das festas de São João, celebradas tanto em Cabo Verde, como no seio da comunidade cabo-verdiana radicada em Portugal, onde esta manifestação popular é já uma festa de cariz nacional, reconhecida pelas autoridades portuguesas.

Comentários