Pouco nublado

Terça | 16 Outubro

24C

30

24

Notícias < voltar

Operadores criam Associação de Turismo de Santo Antão no Paul

Nelson Brito é o presidente do conselho diretivo da ATSA.

30/05/2018 | Fonte: www.sapo.cv | SAPO c/Inforpress

Os operadores turísticos da ilha de Santo Antão criaram ontem, 29, no Paul, a Associação de Turismo de Santo Antão (ATSA), filiada na Câmara de Turismo de Cabo Verde, entidade que promoveu as condições para a sua criação.

Trata-se de uma entidade que trabalhará na “promoção do turismo sustentável na ilha de Santo Antão bem como na defesa dos interesses das empresas privadas que desenvolvem a atividade turística na ilha”.

O operador Nelson Brito, eleito presidente do conselho diretivo da Associação de Turismo de Santo Antão, disse à Inforpress que aceitou a eleição para o cargo como “um desafio interessante” tendo em conta que, em seu entender, “o turismo é o futuro da ilha de Santo Antão e de Cabo Verde”.

“Santo Antão tem um produto interessante para oferecer a Cabo Verde e ao mundo” disse Nelson Brito apelando ao trabalho e ao envolvimento de todos para o desenvolvimento de “todo o potencial que a ilha tem”.

Por seu turno, o presidente da Câmara de Turismo de Cabo Verde, António Gualberto do Rosário, considerou que o surgimento da ATSA “é um momento de felicidade” já que a criação de Associações de Turismo nas diferentes ilhas constitui “um dos elementos nucleares do programa da Câmara de Turismo”.

“Trata-se de conferir à Câmara de Turismo a natureza de uma federação de associações das diferentes ilhas” explicou Gualberto do Rosário adiantando que com a criação da ATSA ficam por cobrir apenas as ilhas Brava e de São Vicente, cujos processos estão em andamento.

Satisfeito com a criação da ATSA estava também o presidente da Associação dos Municípios de Santo Antão (AMSA), Orlando Delgado, que se mostrou convicto da importância, para a ilha, de “ter uma associação que vai articular com as Câmaras Municipais e com os parceiros nacionais em matéria de promoção turística”.

Para Orlando Delgado, o que falta neste momento é que o grande potencial turístico da ilha de Santo Antão seja aproveitado para enriquecer o produto nacional com vista à sua diversificação, tendo em conta que, em seu entender, se forem criadas as condições efetivas, nomeadamente a construção do aeroporto para aproximar Santo Antão dos mercados que procuram o produto que a ilha oferece, “Cabo Verde sairá a ganhar”.

A cidade das Pombas, no município do Paul, foi escolhida para sede da Associação de Turismo de Santo Antão.

Comentários