Céu limpo com poucas nuvens

Terça | 22 Outubro

28C

30

20

Notícias < voltar

Preços da oferta turística diminuíram 5,8 pontos percentuais no primeiro trimestre de 2019

Estes resultados são, segundo o INE, a consequência de movimentos sazonais de natureza mensal.

16/04/2019 | Fonte: www.sapo.cv | SAPO c/ Inforpress

Os preços da oferta turística diminuíram 5,8 pontos percentuais (p.p.) no primeiro trimestre de 2019 face ao trimestre anterior, tendo registado uma variação de 1,4% em relação ao valor registado no mesmo período do ano passado.

Segundo os dados do Índice de Preços do Turismo (IPT), divulgados hoje pelo Instituto Nacional de Estatística (INE), a taxa de variação no trimestre em análise foi de 1,4%, superior em 7,2 p.p. à registada no trimestre anterior em que se situara em 5,8%.

No mesmo trimestre do ano anterior verificara-se igualmente uma variação em cadeia (0,9%) superior em -1,0 p.p. à do IV trimestre de 2017.

Estes resultados são, segundo o INE, a consequência de movimentos sazonais de natureza mensal, com particular incidência na componente de Alojamento.

Concretamente, a variação deste trimestre face ao anterior revela, conforme a mesma fonte, uma “diminuição significativa” dos preços dos Serviços de Alojamento, com particular incidência nos prestados por Aldeamentos Turísticos (-7,6%), Residenciais (-1,5%) Pensões (-1,4%) e Hotéis (-0,4%). Nos serviços prestados por Hotéis-Apartamentos verificou-se um aumento dos preços (1,7%).

No grupo dos serviços de restauração, fez saber o INE que os Restaurantes apresentaram uma variação trimestral de 8,8% e os Cafés Bares e Similares de -0,7% Nos restantes serviços turísticos registaram-se variações nulas face ao trimestre anterior.

A nível das ilhas, Boa Vista é a única a apresentar uma variação de sinal positivo (8,6%) que determinou fortemente o movimento da taxa de variação trimestral que é observado no IPT Nacional. A actividade turística nesta ilha corresponde a cerca de 50% da actividade a nível nacional.

Já a nível regional, registaram-se variações em cadeia trimestrais negativas nas ilhas de São Vicente (-0,3%), do Sal (-6,5%), de Santo Antão (-0,4%) e de Santiago (-3,1%).

As ilhas de Santo Antão, S. Vicente e Santiago registaram um comportamento de quebra no nível dos preços face ao trimestre anterior com contribuições para a taxa de variação homóloga trimestral do IPT marginalmente negativas (-0,02 p.p., -0.01 p.p. e -0,08 p.p. respectivamente).

A ilha do Sal apresentou uma forte contribuição negativa para variação trimestral do IPT total (-2,7 p.p.).

A variação face ao trimestre anterior dos preços dos serviços turísticos na ilha da Boa Vista correspondeu a uma contribuição para o IPT total de 4,3 p.p., o que, disse o INE, mais do que compensou as contribuições negativas das restantes ilhas.

Em termos homólogos, Boa Vista determinou também o andamento do IPT Total com uma contribuição de 0,83 p.p.. As restantes ilhas cobertas pelo IPT apresentaram contribuições negativas.

Comentários