Céu limpo com poucas nuvens

Segunda | 10 Agosto

28C

30

20

Notícias < voltar

Rally Fogo ku papel é um produto turístico para promover e internacionalizar ainda mais a ilha, diz presidente FG Turismo

A primeira edição está programada para 12 de dezembro.

25/07/2020 | Fonte: SAPO/Inforfpress

A presidente da Associação de Turismo do Fogo, Luísa Lopes, disse sexta-feira, que o “Rally Fogo ku papel” é um produto turístico agregado para promover a autenticidade e as potencialidades ilha do Fogo, interna e externamente.


A presidente da Associação de Turismo do Fogo (FG Turismo) indicou que o Rally Fogo ku papel (Fogo com papel), cuja primeira edição está programada para 12 de Dezembro, é uma actividade que a associação resolveu abraçar e promover de forma a trazer um novo produto turístico à ilha.


Luísa Lopes observou que eventos do género acontecem em outras paragens, mas no caso do Fogo terá um valor agregado para mostrar a cultura, a história e as potencialidades que a ilha tem e que são vendidos separadamente.


Responsável da FG Turismo esclareceu que não se trata de uma prova de velocidade, mas de “uma aventura, com caça ao tesouro” e que nesta primeira edição cobre os três municípios através da circular do Fogo e com paragens na sede de cada município para a resolução dos enigmas que constam da carta da prova, que pode ser da cultura, do património ou dos produtos da ilha, numa espécie de “descoberta para ajudar a conhecer melhor a ilha”.


No rally podem participar pessoas adultas através de viaturas com o mínimo de duas e o máximo de quatro pessoas que terão de respeitar todas as regras do trânsito, e por isso, explicou não tem nada a ver com velocidade, mas com aventura, descoberta e conhecimento, e para participar as pessoas têm de se inscrever mediante o pagamento de mil escudos por viatura, num máximo de 50 viaturas, para a primeira edição.


Para a realização do evento a FG Turismo celebrou protocolos com as câmaras municipais da ilha, já que se trata de “um produto do Fogo”, mas também com o Fundo do Turismo, que são parceiros e desde o primeiro momento mostraram disponibilidade para apoiar a associação em termos logísticos para a realização da actividade, mas também deverá contar com patrocínios das empresas da ilha.


A FG Turismo quer que o rally seja um produto turístico periódico e cada ano melhor para ser uma marca da ilha.


O presidente da Câmara Municipal de Santa Catarina do Fogo, Alberto Nunes reconheceu que este evento tem várias vantagens porque constitui uma forma de mostrar a ilha que dispõe de várias potencialidades, incluindo no domínio turístico, que estão agora a ser explorados depois de adormecidos ao longo dos anos.


Segundo Alberto Nunes, trata-se de uma iniciativa louvável e é por isso que a câmara de Santa Catarina e as de São Filipe e dos Mosteiros, abraçaram-na para a sua concretização que pode constituir oportunidades para outros sectores.


A socialização da actividade aconteceu na tarde de sexta-feira, 24, na praça das bandeiras, sendo que as inscrições estão abertas a partir de agora e até o dia 31 de Outubro.

Comentários