Muito nublado

Quarta | 26 Setembro

26C

28

25

Notícias < voltar

Sal conta com novo Código de Conduta para Excursões Responsáveis

O documento é promovido pela Travel Foundation e TUI Care Foundation.

13/09/2018 | Fonte: www.sapo.cv | SAPO c/ Inforpress

O novo Código de Conduta para Excursões Responsáveis que impele guias turísticos e provedores de excursões de Cabo Verde à proteção da biodiversidade e habitat de importância internacional, foi rubricado quarta-feira por empresas de turismo no Sal.

Promovido pela Travel Foundation e TUI Care Foundation, o documento que espelha dez compromissos para excursões sustentáveis, foi elaborado com base em pesquisas sobre o impacto de excursões, nomeadamente de observação das tartarugas, passeios de moto 4, passeios de barco e mergulho, e outros, nas ilhas do Sal e Boa Vista.

Estiveram presentes no ato de apresentação e assinatura do novo Código de Conduta para Excursões Responsáveis, representantes de agências de viagem e turismo, de hotéis e associações da sociedade civil.

Este código destinado a guias turísticos e provedores de excursões, com vista a tornar as excursões mais sustentáveis, chama atenção, especialmente, à proteção do ambiente, apoio aos meios de subsistência e normas culturais, locais.

Para o diretor regional do turismo na ilha do Sal, Paulo Semedo, este documento chega em boa hora já que as excursões volta à ilha e observação de tartarugas são duas das principais ofertas turísticas.

Proteger o ambiente; informar os clientes sobre as fragilidades dos ecossistemas naturais e sensibilizá-los sobre o papel que eles podem desempenhar na sua proteção; reduzir o ruído e a poluição; respeitar o bem-estar dos animais, são algumas recomendações emanadas no código.

No que respeita a apoio aos meios de subsistência locais defende-se o desenvolvimento do negócio dos vendedores de artesanato, fornecedores e produtores locais, criação de oportunidades para os clientes gastarem mais em empresas locais, entre outras.

Quanto às normas culturais incita-se a respeitar e promover ativamente a cultura local em todas as etapas das excursões; criar oportunidade de interação positiva entre clientes e comunidades anfitriãs, proteger os membros vulneráveis da comunidade, designadamente crianças, e idosos, entre outros aspetos.

Comentários